Topo de artigo_tributos

Novas teses tributárias ganham força

Com o julgamento do STF no Recurso Extraordinário nº 574.706/PR, que trata da exclusão do ICMS da base de cálculo das contribuições ao PIS e à Cofins e com o reconhecimento do governo, por meio do Secretário da Receita Federal, de que a incidência de tributo sobre tributo significa tributação não transparente e eleva de forma indiretamente a carga tributária, novas teses têm ganhado força.

Tanto é assim, que na proposta da criação da CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços), apresentada pelo governo, que pretende unificar o PIS e Cofins, está bem claro que nenhum tributo integrará a base de cálculo da base da CBS.

Em verdade grande parte dos tributos brasileiros incidem sobre outros tributos, mascarando indevidamente a carga tributária e ferindo a regra matriz de incidência e base de cálculo dos tributos.

Assim, além das teses mais discutidas como a exclusão do PIS e Cofins sobre sua própria base, a exclusão do ICMS, PIS e Cofins da base do IRPJ e CSLL das empresas optam pelo lucro presumido, exclusão do ISS da base de cálculo do PIS e da Cofins, exclusão do ICMS, ISS, PIS e Cofins da base de cálculo da CPRB, exclusão do ICMS/ST da base de cálculo do PIS e da Cofins, ganham força duas outras teses, quais sejam:

Exclusão do ICMS, ICMS/ST, PIS e Cofins, da base do IPI.

Exclusão do PIS e Cofins da base do ICMS.

 

 

 

*Fonte: tributarionosbastidores.com.br

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH