Há chance de melhora na economia no segundo semestre, diz Levy

O Brasil tem condições de ter um segundo semestre favorável para a economia, afirmou o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, na sede do Fundo Monetário Internacional. “Eu acho que, se nós tomarmos as providências necessárias com rapidez, temos bastante chance de ver um segundo semestre favorável para a economia”, afirmou.

Esforço fiscal no Brasil vai levar pelo menos dois anos, diz ministro do Planejamento

SÃO PAULO – O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse nesta segunda-feira em São Paulo que o ajuste fiscal deve ser mais acelerado que processos semelhantes que ocorrem em outras economias, em razão das elevadas taxas de juros vigentes no país. Ele afirmou que o esforço perseguido pelo Brasil vai durar pelo menos dois anos, ressaltando que o governo está procurando adotar uma postura gradual no reequilíbrio das contas públicas.

“Receitas previstas no Orçamento não têm conexão com a realidade”, diz Levy

O ministro Joaquim Levy (Fazenda) afirmou na manhã desta segunda-feira (25), em entrevista coletiva, que o bloqueio de gastos anunciado pelo governo na sexta (22) foi necessário porque as receitas consideradas no Orçamento aprovado há um mês não estão ?nem próximas? da realidade.

Senado vai compreender ajuste fiscal e aprová-lo, diz Temer

Em uma semana decisiva para o ajuste fiscal promovido pelo Palácio do Planalto, o vice-presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira (25), que o Senado Federal vai ?compreender? a importância das medidas provisórias 664 e 665, que alteram as regras de benefícios previdenciários e trabalhistas, afirmou que o governo ?vai até o fim? no ajuste e minimizou as críticas do PT às medidas implantadas pela equipe econômica da presidente Dilma Rousseff.

Levy sinaliza aumento de impostos caso Senado aprove mudança no fator previdenciário

O ministro da Fazenda Joaquim Levy sinalizou nesta quinta-feira que a aprovação das mudanças no cálculo da aposentadoria, o chamado fator previdenciário, pode resultar em elevação de impostos. Levy falou durante o Global Women Summit, que ocorre em São Paulo. A mudança no fator previdenciário foi aprovada pela Câmara em votação apertada na noite de quarta, impondo uma derrota ao governo. O novo cálculo pode permitir que contribuintes se aposentem antes do previsto pela regra atual. A proposta ainda precisa passar pelo Senado. “Muita gente diz que a retirada do fator previdenciário vai aumentar as despesas, e, portanto, os impostos. E as pessoas têm de ter muito cuidado ao votar para que não seja criada uma nova necessidade de impostos”, disse o ministro.

Levy diz que não devem ser aprovadas medidas que exijam aumento de impostos

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta quinta-feira (14) que é preciso tomar cuidado para que não sejam aprovadas medidas que exijam aumento de impostos, e que o Senado Federal deve analisar com atenção a flexibilização do fator previdenciário para evitar aumento de custos.

Joaquim Levy diz esperar que desaceleração seja ‘temporária’

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta quarta-feira (13) esperar que a desaceleração econômica no Brasil seja “temporária” e que a disciplina fiscal continua sendo um pilar central da política econômica do país, conforme a alta dos preços das commodities enfraquece.

Levy defende modernização da estrutura tributária para estimular negócios

A modernização da estrutura tributária brasileira é tão importante quanto o ajuste fiscal para favorecer a recuperação da economia, disse hoje (12) o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Segundo ele, a unificação das alíquotas do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incentiva o ambiente de negócios.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH