Menu

Foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), a Instrução Normativa N°29/2021 que prorrogou o prazo da obrigatoriedade da Escrituração Fiscal Digital (EFD).   De acordo com o documento, o contribuinte que aderir à EFD fica dispensado da autenticação de livros fiscais na repartição fiscal, devendo os mesmos ser escriturados e conservados até que ocorra a prescrição dos créditos tributários decorrentes das operações e prestações a que se refiram.   A dispensa compreenderá os livros que contenham registros de fatos geradores anteriores à data da adesão para os contribuintes que fizerem a opção até 30 de julho de 2021. A IN foi publicada no DOE edição dessa segunda-feira (05) com efeitos retroativos a 1º de julho.

 

*Fonte: SEFAZ AL

tributos fraude ICMS contador Sped STF imposto de renda governo parcelamento contabilidade ECF receita eSocial obrigatoriedade nota fiscal RFB tributo fisco MEI EFD COFINS fiscalização simples nacional prazo SEFAZ Reforma Tributária Receita Federal PIS imposto sonegação