tecnologia (5)

Equipamentos SAT devem ser ativados até 23/2

A Secretaria da Fazenda alerta os contribuintes que adquiriram equipamentos Sistema Autenticador e Transmissor (SAT) a fazerem a ativação do produto até dia 23 de fevereiro. A medida é necessária porque as configurações de fábrica não podem ficar desativadas por longo período, o que as tornará obsoletas.

Uma norma do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI),

Tecnologia 2

Tecnologia fiscal entra na agenda de lojistas de pequeno e médio porte

São Paulo – Obrigatória desde 1º de janeiro nos estabelecimentos paulistas que faturaram mais de R$ 81 mil em 2016, a troca das emissoras de cupom fiscal antigas (ECF) por equipamentos novos, interligados ao Sistema Autenticador e Transmissor (SAT), deve mobilizar médios e pequenos varejistas em 2017, além de fornecedores de tecnologia para o setor.

reunião2

SC: Auditores fiscais do Rio de Janeiro visitam Fazenda catarinense

Os auditores fiscais da Gerência de Sistemas e Informações Tributárias da SEF/SC (GESIT) Everton Telles, Cassio Vogel Dornelles e Marcos Gesser apresentaram também o histórico da construção do SAT e seu desenvolvimento, que tem como o apoio do Programa de Modernização da Administração Fazendária, primeiro com o PNAFE-BID e atualmente com os recursos do PROFISCO.

Apreensão de Emissor de Cupom Fiscal

Empresas têm de trocar ECF com mais de 5 anos de uso

O Emissor de Cupom Fiscal (ECF) vai virar peça de museu do comércio paulista nos próximos anos. Empresas do varejo que atingirem um faturamento superior a R$ 80 mil neste ano serão obrigadas a usar o SAT (Sistema de Autenticação e Transmissão de Cupom Fiscal Eletrônico) a partir de janeiro de 2017.

SP: SAT passa a ser obrigatório para varejistas do setor de alimentação

Estabelecimentos do setor de alimentação devem encerrar a utilização dos Emissores de Cupons Fiscais (ECF) com 5 anos ou mais e substituí-los pelo Sistema Autenticador e Transmissor (SAT). De acordo com o cronograma da Secretaria da Fazenda, a partir de 1º/8 se iniciou a segunda fase de obrigatoriedade de utilização do SAT incluindo bares, restaurantes, lanchonetes armazéns, mercearias, minimercados e lojas de material para construção.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH