NFC-E

Governo amplia prazo para empresas de menor faturamento implementarem a NFC-e

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF), decidiu prorrogar de 1º de maio para 1º de agosto de 2021 o prazo para que empresas do segmento varejista com receita bruta anual de até R$ 360 mil comecem a emitir a Nota Fiscal de Consumidor eletrônica (NFC-e). Se enquadram nesse critério cerca de 50 mil contribuintes,

NFC-E

Paradas programadas nos ambientes de autorização de NFC-E , em 20/12/2020

Serão executadas, a partir das 7h do dia 20 deste mês, com duração de 1 hora, paradas programadas para manutenção emergencial dos ambientes de autorização dos seguintes Documentos Fiscais Eletrônicos (DF-e):

– Em 20/12/2020, da SEFAZ Virtual do Rio Grande do Sul(SVRS), que onde os contribuintes de Pernambuco autorizam suas NFC-e’s.

No dia 20,

NFC-E

Sefaz passa a liberar consultas à NFC-e na Agência Virtual

Os contadores e demais responsáveis por empresas no Espírito Santo já podem fazer consultas à Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), no ambiente da Agência Virtual. Podem ser consultados documentos com até 90 dias anteriores ao corrente mês.

“Este é mais um pedido da sociedade que conseguimos atender. Os responsáveis pelas empresas poderão fazer o download das NFC-e no ambiente da Agência Virtual e também a conferência do que está registrado pela Secretaria da Fazenda (Sefaz),

NFC-E

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica – NFC-e

A Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica – NFC-e – é um documento emitido e armazenado eletronicamente por contribuinte credenciado pela Secretaria da Fazenda, de existência apenas digital.

A validade jurídica da NFC-e é garantida pela assinatura digital do emitente e pela Autorização de Uso concedida pela Secretaria da Fazenda.

O objetivo da NFC-e é documentar as operações comerciais de venda presencial ou venda para entrega em domicílio a consumidor final (pessoa física ou jurídica) em operação interna e sem geração de crédito de ICMS ao adquirente.

NFC-E

Governo modifica regras sobre a emissão da NFC-e

O governo de Minas Gerais, por meio do Decreto nº 48.037/2020, modificou as regras relacionadas à emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), modelo 65. Esse documento poderá ser emitido em substituição à Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) nas operações que envolvam entregas em domicílio da mercadoria destinada ao consumidor final não contribuinte do ICMS,

Sefaz

Impossibilidade de emissão de Cupom Fiscal (CFe), modelo 59, deve-se utilizar a NFC-E, modelo 65 em Contingência

A Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE) informa que, na impossibilidade de emissão do Cupom Fiscal Eletrônico (CFe), modelo 59, o contribuinte deverá emitir Nota Fiscal de Venda ao Consumidor Eletrônica (NFC-e), modelo 65, em contingência.

O contribuinte deve ficar atento ao prazo de emissão da NFC-e em caráter de contingência, conforme previsto na Instrução Normativa nº 50,

Topo de artigo_tributos

Receita avança para simplificar obrigações acessórias dos contribuintes

A Receita Estadual, em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs), deu mais um importante passo rumo à simplificação das obrigações tributárias acessórias dos contribuintes. Os avanços estão relacionados à dispensa da escrituração das Notas Fiscais de Consumidor Eletrônicas (NFC-e) na Escrituração Fiscal Digital ICMS/IPI (EFD) e ficam disponíveis somente aos contribuintes que possuírem boa qualidade na emissão dos documentos eletrônicos,

dinheiro

Menor Preço: Governo lança aplicativo que vai ajudar o cidadão a economizar

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda, lança, nesta terça-feira (20), às 10h, o aplicativo Menor Preço Espírito Santo. O aplicativo compara, pelo celular, preços de diversos produtos comercializados em estabelecimentos que já emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Além de ser uma prestação de serviços à sociedade,

NFC-e

Empresas que emitem NFC-e não precisam enviar arquivo para a NF Goiana

A Coordenação da Nota Fiscal Goiana comunica aos contribuintes do Simples Nacional que, com a implantação Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), não há mais necessidade de transmitir o arquivo com dados das vendas à coordenação do programa. Isso porque o sistema do da NFC-e já é interligado ao da Nota Goiana, o que faz com que a transmissão ocorra automaticamente.

NFC-e

Nova versão da NFC-e e NF-e já está disponível para o contribuinte

A Coordenação de Documentos Fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda comunica aos contribuintes que emitem a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) que já está disponível a versão 4.0 em substituição à versão 3.1, utilizada atualmente. Até agora, cerca de 1.800 empresas fizeram a migração.

“A nova versão será exigida pela Sefaz a partir do dia 2 de julho,

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH