Topo artigo simples Nacional

Como o contador pode se diferenciar junto a clientes optantes pelo Simples Nacional

A maioria dos profissionais contábeis oferece os mesmos serviços, focados principalmente na conformidade fiscal. O ofício do contador virou commodity, ou seja, os serviços não são diferenciados de acordo com quem os produziu ou sua origem. Isso leva o cliente a optar pelo profissional que aceitar trabalhar pelo menor preço.

Esta situação não apenas desvaloriza o trabalho do profissional,

capa site 29 maio

Como retirar, do cálculo do Simples Nacional, a receita de produtos já tributados?

As receitas de venda de produtos que já foram tributados anteriormente são decorrentes da venda de produtos sujeitos à Tributação Monofásica ou à Substituição Tributária do PIS/COFINS, e Substituição Tributária e/ou Antecipação Tributária do ICMS.

De uma maneira geral, nessas formas de tributação, a cobrança do imposto fica concentrada no início da cadeia,

Capa-Site-02

Como escriturar os valores na fonte de PIS/COFINS na EFD Contribuições?

Por que as empresas devem escriturar as retenções na fonte do PIS e da COFINS?

A retenção de impostos é uma maneira que o Governo Federal tem para antecipar uma parte dos valores que devem ser pagos pelas empresas, com o objetivo de melhorar o controle e acelerar a arrecadação dos impostos.

Existem situações previstas nas legislações em que ocorre a retenção na fonte de PIS/COFINS,

capa-dicas-27mar

Como aproveitar saldos de créditos fiscais de PIS/PASEP e COFINS de períodos anteriores ao da escrituração?

De acordo com as disposições legais, as empresas do regime não cumulativo das contribuições podem, conforme o caso, se creditar dos valores de PIS e da COFINS. Dessa forma, pode acontecer de, em algum período (mês), a empresa possuir mais operações com crédito do que débitos das contribuições, e esses créditos excedentes deverão ser demonstrados e escriturados nos registros 1100 e 1500.

Análise 5

Sindcont-SP promove curso sobre Retenções na Fonte do INSS, do IRF e do PIS/Cofins/CSLL

No próximo dia 23 de fevereiro, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP realizará um curso que pontua no Programa de Educação Profissional Continuada do Conselho Federal de Contabilidade – CFC, abordando o tema retenções na fonte do INSS, IRF e PIS/Cofins/CSLL. A atividade terá início às 9h e término às 18h, na sede social da Entidade,
EFD REINF

EFD-REINF – Faseamento e orientações sobre o evento R-2070 – Retenções na Fonte – IR, CSLL, Cofins, PIS/PASEP

Com a publicação da Instrução Normativa RFB Nº 1767, de 14 de dezembro de 2017, que alterou a Instrução Normativa RFB Nº 1701, de 14 de março de 2017, o cronograma da entrada em produção da Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) foi ajustado ao cronograma do eSocial.
Para o 1º grupo,

PIS COFINS

Reforma do PIS/Cofins só atingirá a indústria

Diante da forte reação contrária do setor de serviços, o governo decidiu alterar a sua proposta para a reforma do PIS e da Cofins, de acordo com fonte credenciada da área econômica. Agora, as mudanças só valerão para a indústria, que já paga os dois tributos no regime não cumulativo, ou seja, com o desconto dos créditos das etapas anteriores da produção.

Cálculo

Venda para Entrega Futura: Momento do reconhecimento e tributação da receita

Em que momento deve ser reconhecido e tributada a receita da operação de venda para entrega futura?

Para esclarecer esta questão, a Receita Federal publicou a Solução de Consulta nº 4.050/2017(DOU de 24/11).

Empresa que apura o imposto de renda através do Lucro Presumido que adotou o regime caixa,

e-Auditoria | Opção pela CPRB exige Análise e Planejamento

Empresa com mais de 40% de empregados no Bolsa Família poderá ter redução tributária

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 7563/17, da deputada Dâmina Pereira (PSL-MG), que institui regime especial de tributação para empresa que tenha, pelo menos, 40% dos empregados de família beneficiária do Bolsa Família.
As empresas terão redução em quatro tributos (IRPJ, CSLL, PIS e Cofins), de acordo com o percentual de trabalhadores no programa.
PIS COFINS

Empresas do regime não cumulativo não precisam mais tributar PIS e COFINS das indenizações

A regra é válida somente para valores menores que os do prejuízo

Agora as empresas que romperam contratos por falta de pagamento e que devem receber indenizações de seguro contratado não precisam mais se preocupar com o tributo destes valores. Foi publicada pela Receita Federal a Solução de Consulta Cosit 455 onde é estabelecida a não incidência do Imposto de Renda (IRPJ),

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH