Capa_PGDAS-D_O_que_e

PGDAS-D: O que é? Quando utilizar?

O PGDAS-D é a sigla do Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório, que é um aplicativo disponibilizado pelo Portal do Simples Nacional. No artigo de hoje, vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o programa. Confira!

 

Qual a sua finalidade?

Permitir ao contribuinte calcular os tributos devidos mensalmente na forma do Simples Nacional,

Capa-Dicas-CST_e_CFOP

CST do ICMS e CFOP: como são formados esses códigos?

É recorrente que surjam dúvidas sobre qual CST do ICMS e CFOP utilizar na escrituração dos documentos fiscais. Neste artigo você vai aprender as diferenças e correlação entre eles, o que cada um representa e como esses códigos são formados.

Confira algumas particularidades do CST e CFOP na escrituração dos Documentos Fiscais.

Bom aprendizado!

Capa-Site_Primeira_a_Auditar_eSocial_e_Reinf

e-Auditoria: pioneirismo no eSocial

O eSocial é, em teoria, altamente benéfico às empresas, na medida em que simplifica a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, reduzindo a burocracia atual. Mas, na prática, o eSocial traz mais riscos de autuações, pois a plataforma facilita o processo de fiscalização por meio do cruzamento e da verificação de dados por parte do Governo Federal.

Computador 3

PE: Esclarecimentos sobre o cruzamento PGDAS-D x Cartão

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco/Gerência Malha Fina enviou por meio dos Correios, cartas individualizadas com o título EXTRATO DE IRREGULARIDADES – MALHA FINA a contribuintes do Simples Nacional que apresentaram diferenças entre o valor de receita bruta declarada nos PGDAS-D e a movimentação de cartão de crédito/débito nos exercícios de 2013, 2014 e 2015. Até o dia 15/10/2017, serão enviados EXTRATOS relativos ao ano-calendário de 2016.

Justiça 3

2ª Turma nega HC para auditora da Receita Federal acusada de venda de fiscalizações

Por unanimidade, os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negaram Habeas Corpus (HC 132220) para K.T., auditora fiscal presa preventivamente em decorrência da Operação Paraíso Fiscal, deflagrada pela Polícia Federal, que investigou a venda de fiscalizações, fraudes no ressarcimento de tributos e enriquecimento ilícito de servidores na Delegacia da Receita Federal em Osasco (SP). A decisão foi tomada na sessão desta terça-feira (21).

Dinheiro 2

Auditores fiscais receberão bônus por produtividade

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), Claudio Damasceno, afirma que não há a possibilidade de ocorrerem autuações sem base legal. Os auditores seguem parâmetros estabelecidos pela Receita. Além disso, afirma, não basta autuar para receber o bônus, é necessário que o pagamento seja efetuado. Ele destaca que o bônus em si não é novidade. Até meados de 2008 havia gratificação semelhante, relacionada ao cumprimento de metas.

auditoria

O que é e qual a importância da auditoria contábil?

A auditoria contábil é um processo essencial para companhias de todos os segmentos, pois verifica a precisão dos registros contábeis de uma empresa com o objetivo de evitar fraudes e prevenir irregularidades. Ao fazer da prática parte da rotina da empresa, é possível ter informações concretas, transparentes e mais seguras sobre a situação das finanças, identificando possíveis falhas no sistema financeiro e no controle interno corporativo.

sped (2)

Receita Federal torna obrigatória a inclusão do nome do auditor na ECD

A Receita Federal do Brasil (RFB) tornou obrigatório o preenchimento do campo referente ao nome do auditor independente, no caso de empresas de grande porte, quando da entrega da Escrituração Contábil Digital (ECD). A alteração foi um pedido do Conselho Federal de Contabilidade à Receita e passou a constar a partir da Versão 3.3.7 do Sped Contábil.

reunião2

GO: Curso treina fisco para combater a sonegação

Mais de 100 auditores fiscais participam hoje (3/8) de treinamento voltado para o combate à sonegação. O curso é ministrado pelo Grupo de Proteção à Ordem Tributária (GPROT), formado pela Secretaria da Fazenda, Procuradoria Geral do Estado, Delegacia de Repressão a Crimes de Ordem Tributária, Secretaria de Planejamento e Ministério Público, e foi realizado no auditório do complexo fazendário. O superintendente da Receita, Adonídio Neto Vieira Júnior fez a abertura do evento.

12

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH