“Sonegômetro” instalado na Esplanda dos Ministérios registra sonegação de R$ 105 bi em 2015

A lavagem de dinheiro já sonegou cerca de R$ 80 bilhões só em 2015.De acordo com o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), desde janeiro, já foram sonegados mais de R$ 105 bilhões.

Para alertar sobre o assunto, o Sinprofaz lançou na manhã desta quarta-feira (18) a campanha ‘Lavanderia Brasil’. Foram instalados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, uma máquina de lavar gigante e um ‘sonegômetro’, aparelho usado para o cálculo da sonegação fiscal no país.

Com os valores sonegados só neste ano, de acordo com o sonegômetro, daria para construir cerca de 3,7 milhões de postos de saúde equipados ou comprar mais de 700 mil ônibus escolares.

O presidente da Sinprofaz, Heráclio Camargo, alerta sobre o alto valor dos impostos sonegados.

— Podemos dizer que a lavagem de dinheiro acarreta esta sonegação brutal de R$ 500 bilhões por ano no Brasil.

O crime ocorre quando dinheiro de origem ilícita é manipulado para o retorno à economia formal. Camargo dá um exempo sobre como ele pode acontecer.

— O criminoso pode dizer que comprou 50 milhões de litros de combustível ao ano, mas na verdade só comprou 10 milhões. Então, ele paga alguém para fornecer notas frias dos outros 40 milhões.

Outro exemplo é quando se criam empresas de fachada no exterior. Como a Receita Federal permite a atuação das chamadas off-shore sem exigência de quadro de sócios, os criminosos registram essas empresas por meio de ‘laranjas’.

Os representantes da Procuradoria da Fazenda Nacional reclamam da falta de estrutura para o trabalho deles. Segundo eles, atualmente 328 cargos de procurador estão vagos. Estão em tramitação, na procuradoria, cerca de 7,4 milhões de processos.

Para acompanhar o sonegômetro, acesse o site do movimento ‘Quanto custa o Brasil’.

Fonte: R7

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH