Relatórios feitos à mão dificultam gestão financeiras das pequenas e médias empresas

Mesmo com a evolução tecnológica e o alto nível de excelência das plataformas de gestão no Brasil, muitas empresas, sobretudo as pequenas e médias, ainda utilizam serviços de contabilidade com relatórios financeiros feitos à mão. Tal cenário reflete-se numa barreira a ser superada pela PMEs no Brasil que pretendem alavancar seus negócios.

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Nibo, especializada no desenvolvimento de plataformas de gestão financeira às PMEs, mais de 50% das pessoas que fazem relatórios financeiros à mão não sabem ou têm uma vaga ideia de quanto há no contas a pagar. E 25% desconhecem o atual saldo bancário.

Para realizar o levantamento, o Nibo ouviu cerca de 300 gestores de pequenas e médias empresas espalhadas por todo o território nacional. As companhias que responderam a pesquisa com mais de 20 questões relacionadas à gestão financeira possuíam de um a mais de 100 colabores em seus quadros.

Hoje, o Nibo conta com mais de 50 mil empresas cadastradas e possui um atendimento diferenciado, para empresas como Mundo Verde, Spoletto e elo7. Fundado em 2012, a companhia possui sede no Rio de Janeiro e tem como objetivo ajudar pequenas e médias empresas a organizarem suas finanças, de forma simples e intuitiva.

Por meio de uma plataforma que pode ser acessada de qualquer lugar, a empresa permite que os profissionais possam gerenciar todas as rotinas de gestão financeira, como compromissos, pagamentos, recebimentos, contatos de clientes, propostas, contratos, notas fiscais e fluxo de caixa.

Fonte: DCI-SP

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH