Impostômetro já alcança mais de R$400 bilhões em 2014

Desde janeiro já foram pagos R$404 bilhões em impostos federais, estaduais e municipais. Considerando 84 dias corridos, tivemos média diária de R$8 bilhões. A arrecadação é calculada pelo "Impostômetro" e atualizada em tempo real pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). 

Em 2013, essa marca foi alcançada em Abril, exatamente 10 dias mais tarde na comparação com 2014, finalizando o ano com a soma de R$1,7 trilhão, média de R$4,6 bilhões diários. 

O recolhimento formal de impostos, mesmo sendo recorde, poderia ser maior, levando em consideração que mais de R$115 milhões deixaram de ser arrecadados segundo o "Sonegômetro", ferramenta do Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz) que estima o rombo na sonegação de impostos. Seu primeiro ano de funcionamento foi em 2013 e contabilizou R$415 bilhões de perdas para os cofres públicos, ou seja, R$1,1 bilhão de prejuízo por dia.

Em fevereiro houve recorde histórico de arrecadação de impostos e contribuições: R$83,137 bilhões, segundo dados divulgados pela Receita Federal.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH