CONTADOR

A Educação Continuada é indispensável para uma Contabilidade de sucesso

Artigo escrito por Antonio Eugenio Cecchinato*

O Programa de Educação Profissional Continuada, instituído pelo Conselho Federal de Contabilidade, em dezembro de 2014, aplicava-se aos Auditores Independentes, em 2015 sofreu algumas atualizações e, desde 2016, agregou outros profissionais e outras questões relativas à normatização. É importante que se considere que a emissão da Norma Brasileira de Contabilidade – NBC PG12 vai muito além da ideia de exigir o cumprimento de uma obrigação legal, seu objetivo principal é agregar conhecimentos e dar base sólida para que os profissionais da Contabilidade exerçam a profissão dentro do padrão de excelência exigido pelo atual mercado de trabalho.

Além de estarem preparados para enfrentar as demandas que surgem no dia a dia, os profissionais contábeis precisam ficar atentos às mudanças que ocorrem constantemente nas três esferas do poder e nos órgãos arrecadadores. Para termos uma ideia, desde que a Constituição Federal foi promulgada, em 1988, foram editadas milhares de normas para reger a sociedade, sendo que destas 320,3 mil são voltadas à área tributária. Isso significa a edição de quase 50 normas tributárias por dia em todo o País, o que demanda cada vez mais habilidade e rapidez para compreender e aplicar esse enorme volume legislativo.

Sem contar que os profissionais da Contabilidade precisam também informar e orientar seus clientes para que absorvam e se adaptem às frequentes mudanças, haja vista o sistema Sped e, nos últimos tempos, o eSocial.

Desde sua fundação, em 1919, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo-Sindcont-SP prioriza essa frente de dar orientação e preparar os profissionais da classe para o mercado, sem jamais prescindir de sua missão maior que é defender os seus interesses laborais perante os patrões e os órgãos governamentais.

Sendo assim, antes mesmo da instituição da obrigatoriedade do Programa de Educação Profissional Continuada, o Sindcont-SP sempre apoiou os profissionais da sua base por meio do Centro de Estudos e Debates Fiscos Contábeis – CEDFC, que completará 69 anos esclarecendo novas legislações e tirando as dúvidas dos frequentadores. Igualmente vem promovendo palestras gratuitas, cursos sobre os principais temas da atualidade, e debates para discutir relevantes questões que cercam os contabilistas. Incentivamos ainda o estudo e a pesquisa de temas contábeis, por meios de premiações aos melhores estudantes, como é o caso do Prêmio Professor Hilário Franco.

Dentro desse escopo, o Sindcont-SP realizará, em sua sede, no período de 19 a 23 de setembro a 7ª Semana Paulista da Contabilidade, como lema “Contabilidade Digital: Inovação, Estratégia e Desafios”. Na ocasião, a Medalha Professor Luis Fernando Mussolini será outorgada a profissionais Contábeis que, direta ou indiretamente, tenham contribuído para o prestígio, fortalecimento e enaltecimento das Ciências Contábeis.

Considerando que, mais do que nunca, a atualização profissional é uma necessidade, para garantir uma boa prestação de serviços contábeis aos profissionais já atuantes e aos do futuro, a diretoria do Sindcont-SP continua envidando todos os esforços para capacitar os profissionais para este novo mercado.

Contudo, fundamental é que os profissionais Contábeis entendam esta premente necessidade e que estejam sempre prontos a participar, se integrar às entidades da classe e absorver ao máximo os conhecimentos e atualizações que estão disponibilizados. Porque a nossa preocupação, enquanto liderança e representante dos profissionais contábeis, é coletiva, mas a busca e o interesse de melhoria e crescimento profissional são individuais.

*Antonio Eugenio Cecchinato é presidente do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP.

Fonte: Contabilidade na TV

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH