Dia do contador_as particularidades da profissão em meio à crise

Dia do Contador: as particularidades da profissão em meio à crise

Nunca, como nos dias atuais, o contador foi tão importante. Em meio à crise instaurada com a pandemia do COVID-19, várias empresas precisaram fechar as portas repentinamente, criando um caos econômico em questão de dias.

Mas é importante frisar que, em tempos conturbados, os profissionais contábeis são fundamentais para as empresas, já que eles podem contribuir decisivamente para a manutenção da saúde financeira de seus clientes.

Seja recuperando créditos, optando pelo melhor regime tributário ou fazendo uma revisão fiscal, o contador é aquele que deve estar junto ao seu cliente, participando de decisões estratégicas, gerando economia e buscando novas fontes de receita.

Esta fase vai passar, mas é agora que as oportunidades aparecem, evidenciando os profissionais inovadores e que pensam fora da caixa. Ter capacitação e estar atento a novas possibilidades e ferramentas é fundamental, tanto para fidelizar as empresas atendidas quanto para conquistar novos clientes.

Destaque no mercado

A maioria dos profissionais contábeis oferece os mesmos serviços, focados principalmente na conformidade fiscal. O ofício do contador virou commodity, ou seja, os serviços não são diferenciados de acordo com quem os produziu ou sua origem, o que leva à opção pelo menor preço. Para que tenha valor, é preciso que o contador se destaque da concorrência, oferecendo algo a mais. E é através desta diferenciação que se agrega valor ao que está sendo oferecido.

Se destacar em um mercado com tantos profissionais atuando não é fácil. Além das competências pessoais necessárias para avançar, é necessário oferecer serviços diferenciados e entregar resultados concretos. Um trabalho consultivo é baseado em dados e análises. Isso demanda tempo (artigo em falta na rotina contábil) para levantamento de informações, teste de hipóteses, diagnósticos e elaboração de observações e recomendações.

Este profissional precisa atuar com visão estratégica, ter capacidade para tomada de decisões, pensamento crítico, flexibilidade para se adaptar às novas e diferentes situações, absorver mudanças e transformações de maneira positiva e resistir à pressão de situações adversas, além de investir em conhecimento tecnológico e aprimoramento contínuo. Como consultor, o contador deve se enxergar como seu próprio cliente e tentar buscar as melhores soluções que possam ajudá-lo.

A tecnologia e a contabilidade

O uso de robôs e a automatização de processos viabiliza o trabalho estratégico do profissional contábil, pois o liberta de tarefas operacionais e consumidoras de tempo, além de possibilitar a realização de mais análises e obtenção de mais dados.

Por exemplo, o trabalho de inspeção, detecção de inconsistências e análise dos arquivos contábeis, fiscais e trabalhistas pode ser feito continuamente através do uso de robôs. Sistemas como o e-Auditor auditam arquivos com critérios muito similares aos do Fisco e executam, automaticamente, as tarefas que mais consumem tempo, como captura e carregamento de arquivos e a execução da própria auditoria, deixando para o profissional contábil a atividade intelectual de interpretar os relatórios gerados e sugerir ações de melhoria.

A tecnologia também deve ser utilizada para detectar oportunidades de economia tributária e recuperação de créditos. Existem sistemas, como o e-Recuperador, que executam a leitura de arquivos eletrônicos, realizam a revisão fiscal dos últimos cinco anos e apontam a existência de possíveis créditos a serem recuperados, bem como de correção de procedimentos visando à economia futura. Tudo de forma extremamente rápida e precisa, permitindo que o profissional contábil possa realizar tais levantamentos para todos os seus clientes em um curto espaço de tempo.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH