Topo artigo simples Nacional

Como o contador pode se diferenciar junto a clientes optantes pelo Simples Nacional

A maioria dos profissionais contábeis oferece os mesmos serviços, focados principalmente na conformidade fiscal. O ofício do contador virou commodity, ou seja, os serviços não são diferenciados de acordo com quem os produziu ou sua origem. Isso leva o cliente a optar pelo profissional que aceitar trabalhar pelo menor preço.

Esta situação não apenas desvaloriza o trabalho do profissional, mas também ameaça a existência da própria profissão, uma vez que o trabalho padronizado está mais sujeito a ser substituído por soluções tecnológicas.

Para que tenha valor, é preciso que o contador se destaque da concorrência, oferecendo algo a mais. E é através desta diferenciação que se agrega valor ao que está sendo oferecido.

Capacitar-se é a principal maneira do profissional se diferenciar da concorrência. Além disso, é preciso investir em tecnologia e oferecer serviços que atendam clientes com necessidades particulares e prover soluções que resolvam problemas específicos.

Com a capacitação e o uso da tecnologia, os contadores podem conquistar novos clientes, aumentar seus honorários e manter seus clientes atuais, já que as empresas tendem a não se arriscar a promover uma mudança quando são atendidas por profissionais especializados em resolver suas necessidades especiais.

Neste intuito, uma excelente oportunidade é prospectar empresas optantes pelo Simples Nacional, que comercializam produtos sujeitos à tributação monofásica  ou à substituição tributária , e oferecer o serviço de classificação fiscal de mercadorias, com dois objetivos:

  1. Realizar mensalmente a correta segregação das receitas de venda de produtos sujeitos à Substituição tributária do ICMS ou à tributação monofásica  ou ST de PIS/Pasep e COFINS, evitando que a empresa recolha tributos indevidamente.
  2. Realizar uma revisão fiscal dos últimos cinco anos, levantando eventuais créditos oriundos de recolhimentos a maior, em virtude da não segregação das vendas de produtos sujeitos à tributação monofásica ou à substituição tributária .

Fazer a correta classificação fiscal dos produtos e segregar as receitas mensalmente gera economia para o cliente, uma vez que evita o pagamento indevido de ICMS, PIS/Pasep e COFINS. Paralelamente, recuperar créditos é um excelente serviço, pois gera honorários para o prestador e possibilita que as empresas tenham um capital que até então estava esquecido, podendo investir em equipamentos, treinamentos, tecnologia, pagamento de dívidas, e outros. O processo é relativamente simples, o pedido de restituição pode ser feito online e a devolução dos valores ocorre em poucos meses.

A utilização da tecnologia é peça fundamental nesse contexto. Uma solução digital que segregue as receitas decorrentes da venda de produtos sujeitos à substituição tributária  do ICMS, além da tributação monofásica  ou ST de PIS/Pasep e COFINS, economiza o tempo do Contador e permite que ele se dedique a atividades mais estratégicas. Muito importante também contar com um sistema que realize, de maneira digital, a revisão fiscal dos últimos cinco anos, levantando eventuais créditos a serem recuperados.

A solução e-Auditoria, a 3ª geração de auditoria digital, oferece o e-Recuperador, que permite realizar rapidamente a classificação fiscal de mercadorias, auditar eletronicamente documentos fiscais para realizar a correta segregação das receitas e levantar créditos oriundos de recolhimentos indevidos ou a maior, oriundos da não segregação das receitas de venda de produtos sujeitos à Substituição tributária  do ICMS ou à tributação monofásica ou ST de PIS/Pasep e COFINS.

Existem muitas soluções que podem facilitar o seu dia a dia, bem como contribuir para a atração de novos clientes, além da manutenção dos antigos. Quer mais informações sobre o assunto? Baixe o e-book gratuito.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH