Capa_Autuações

Autuações da Receita batem recorde e registram aumento de 68% em 2017

A Secretaria da Receita Federal divulgou o balanço dos autos de infração lançados em 2017. O valor bateu recorde: quase R$ 205 bilhões, 68,5% a mais do que o ano anterior, de R$ 121,6 bilhões.

Deste valor, mais de R$ 193 bilhões foram autuações destinadas a empresas, enquanto que o valor sobre pessoas físicas registrou mais de R$ 11 bilhões, com mais de 372 mil contribuintes autuados. Entre as empresas, os setores de indústria, prestação de serviços e comércio somaram os valores mais altos em autos de infração.

As autuações são resultados da fiscalização da Receita Federal contra sonegação, evasão e falta de recolhimento de tributos. O último recorde havia sido registrado em 2013, quando o órgão recolheu R$ 190 bilhões em autuações. De acordo com a Receita, o alto valor no ano de 2017 se deve ao trabalho dos auditores fiscais.

Outro fator que justifica este aumento nas autuações é a tecnologia de ponta utilizada pelo Fisco, que permite realizar uma seleção de contribuintes a serem fiscalizados de modo totalmente eficaz. Além disso, a Receita conta com ferramentas eletrônicas para detecção de erros e de indícios de sonegação.

A estimativa para 2018 é que seja recolhido, em autos de infração, cerca de R$ 149 bilhões. Ainda de acordo com a Receita, os setores que mais estão sendo fiscalizados são os de cigarros, bebidas e combustíveis.

Veja mais em:

 

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH