logo-eauditor
sistema-de-auditoria-eletronica-para-sistemas-de-erp-1024x436

O melhor auditor eletrônico do Brasil

O e-Auditor é um sistema e-Auditoria. São mais de 140 mil empresas que auditam seus arquivos com nosso sistema, mais de 350 mil relatórios gerados todo mês.
O e-Auditor opera na plataforma SaaS, permitindo que você realize uma auditoria eletrônica através de seu navegador, com praticidade, rapidez e segurança.
testegratis3

Feito para os melhores profissionais do ramo contábil, fiscal e trabalhista.

Através de diagnósticos rápidos e precisos, aprimore a geração de obrigações acessórias em seu ERP. Crie novos serviços a serem ofertados para seus clientes.

Desenvolvido com os mais avançados recursos tecnológicos.

Interface intuitiva, projetado sobre as tecnologias recentes de HTML5. Hospedado em datacenter próprio, em nuvens próprias, rodando em servidores de última geração e com larga capacidade operacional, mesmo em horários de pico.

Arquivos auditados
EFD ICMS/IPI DIRF DIEF ES
EFD Contribuições RAIS DIEF PA
ECD SEFIP GIA RS
ECF eCAC (Relatório de DARFs pagos) DIME SC
SINTEGRA eCAC (Relatório de Fontes Pagadoras) GIA PR
eSocial Extrato do SIMPLES NACIONAL DAM AM
SEF II DAPI MG XML (NF-e/CT-e)
GIA-ST GIA SP GIA RJ
PERDCOMP DACON DeSTDA
DCTF DIPJ Planilha de grupos de estoque (produtos pai-filho)
Planilha de contagem física de estoque Planilha para validação de códigos NCM
Funcionalidades
Análises de inconsistências
  • Estrutura dos arquivos (hierarquia, obrigatoriedade, duplicidade, tamanho e alinhamento de registros);
  • Regras de preenchimento de campos (formatos, tamanhos, valores válidos, obrigatoriedade, cálculos);
  • Valores informados na EFD/ECD/ECF/Sintegra/eSocial/NF-e x tabelas externas e internas do SPED e demais órgãos públicos;
  • Dados cadastrais (CNPJ, CPF, I.E., SUFRAMA, etc);
  • Valores declarados na EFD/ECD/ECF/Sintegra/eSocial/NF-e x valores apurados pela auditoria
  • Alterações indevidas nos produtos/serviços e no cadastro de participantes;
  • Cruzamento entre registros do próprio arquivo digital;
  • Documentos fiscais (ordem sequencial, cancelamentos, períodos de apuração, modelos, séries, duplicidades, totais de itens, bases de cálculo, alíquotas, valores de ICMS, ICMS ST, IPI, PIS, COFINS, etc);
  • Chaves das Notas Fiscais Eletrônicas x informações declaradas no Sintegra e na EFD;
  • Existência e validade dos códigos NCM's informados;
  • Críticas de alíquotas de tributos a partir dos códigos NCM dos produtos;
  • Coerência entre CST's e CFOP's informados;
  • Cruzamento entre arquivos do mesmo tipo, mas de competências diferentes.
Cruzamentos entre obrigações
  • ECF x DCTF
  • ECF x ECD
  • ECF x EFD ICMS/IPI
  • ECF x EFD Contribuições
  • ECF x Fontes Pagadoras
  • EFD ICMS/IPI x EFD Contribuições
  • EFD ICMS/IPI x XML (NF-e/CT-e)
  • EFD ICMS/IPI x GIA/DAPI/DIME/DIEF/DAM
  • EFD ICMS/IPI x TIPI
  • EFD ICMS/IPI x DCTF
  • EFD ICMS/IPI x Extrato do SIMPLES NACIONAL
  • EFD Contribuições x DCTF
  • EFD Contribuições x DACON
  • ECF x PERDCOMP
  • EFD Contribuições x XML (NF-e / NFC-e)
  • EFD Contribuições x Alíquotas do PIS e da COFINS
  • ECD x EFD ICMS/IPI x x EFD Contribuições
  • ECD x DIPJ
  • DCTF x DIRF
  • DIRF x eCAC
  • DCTF x eCAC
  • DIRF x RAIS x SEFIP
  • DIRF x RAIS
  • DCTF x DIPJ
  • DCTF x PERDCOMP
  • PERDCOMP x eCAC
  • SINTEGRA x GIA/DAPI/DIME/DIEF/DAM
  • SINTEGRA x Extrato do SIMPLES NACIONAL
  • NCM x TABELA DO MDIC
  • DAPI x XML x EFD ICMS/IPI
Análises avançadas
  • Análise de tributação do PIS e da COFINS
  • Estoque
  • Bloco K
  • LMC
  • Controle de Produção de Usina
  • Bloco P - CPRB
Consultas
  • Consulta à tributação do PIS e da COFINS por NCM
  • Consulta ICMS-ST por NCM
  • Consulta à tributação do IPI por NCM
  • Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados no Exercício (DRE)
  • Resumo do ICMS a partir dos Arquivos SINTEGRA e EFD ICMS/IPI
  • Resumo do IPI a partir dos arquivos da EFD ICMS/IPI
  • Resumo do PIS, da COFINS e da CPRB a partir dos arquivos da EFD Contribuições
  • Consulta à tabela CAMEX
  • Consulta à tabela CEST
Controle gerencial
  • Plano de Auditoria;
  • Auditorias Realizadas;
Depoimentos
aspas
Além de apontar os erros, o sistema indica a base legal para correção, evitando auto de infração.
Luciana Agapito - Cruzeiro Esporte Clube
aspas
aspas
O e-Auditor é um validador simples, rápido, de fácil manuseio e muito útil pois diminui os riscos de termos um arquivo fora do padrão estabelecido pela Receita Federal do Brasil.
Marcelo da Costa - Domingues e Pinho Contadores (GBrasil)
aspas
Perguntas frequentes

O que é o e-Auditor?

O e-Auditor é um sistema de inteligência fiscal, através do qual é possível auditar suas informações ANTES que elas sejam enviadas para o Fisco, de acordo com as regras exigidas pelo governo e, o melhor: na forma com que o fisco busca irregularidades, que é a verificação dos arquivos digitais e o cruzamento eletrônico dos dados. Com isso, é possível reduzir substancialmente os riscos fiscais. O e-Auditor analisa os seguintes arquivos:

EFD ICMS IPI
EFD Contribuições
ECD
ECF
eSocial
SINTEGRA
DAPI MG
GIA SP
GIA RJ
DIEF ES
GIA RS
DIME SC
GIA PR
DAM AM
XML (NF-e)
e-CAC – Relatório de DARFs Pagos
DCTF
DIPJ
DACON
DIRF
Extrato do SIMPLES NACIONAL
RAIS
SEFIP

É necessário instalar o e-Auditor em meu computador?

Não é necessário instalar o e-Auditor em um computador. Utilizamos a tecnologia SaaS (Software como Serviço), através da qual nossos clientes acessam o sistema via internet com logins individuais (usuário e senha). No modelo SaaS o cliente não precisa fazer nenhum investimento em hardwares de alta qualidade, e tudo funciona de forma 100% digital, sem inflar o orçamento. Outras vantagens são a alta disponibilidade, o baixo custo de manutenção, redução da dependência do departamento de TI interno, rápida implementação e retorno sobre o investimento.

Os sistemas em nuvem vêm crescendo a cada ano e, em breve, a expectativa é que todos os aplicativos adotarão este formato, que traz inúmeros benefícios aos usuários.

É seguro auditar minhas informações através do e-Auditor?

A e-Auditoria adota práticas rígidas de segurança e confidencialidade das informações processadas em seus sistemas. Possuímos DATA CENTER PRÓPRIO, evitando que pessoas não autorizadas possam ter acesso aos arquivos, antes e após a auditoria eletrônica dos arquivos fiscais. Utilizamos certificado SSL (Secure Socket Layer) de 128 bits para encriptação dos dados de acesso dos usuários. Toda a comunicação entre os clientes e a e-Auditoria é feita através do envio de pacotes segmentados de dados encriptados, que são remontados somente no destino. É o que chamamos de navegação segura, um sistema que atua de forma semelhante ao utilizado pelos bancos nas suas transações pela internet.

Na utilização das funcionalidades de auditoria, nossos servidores apenas processam dados, não armazenam os arquivos dos clientes. Nós garantimos em contrato a confidencialidade das informações transmitidas para os nossos servidores, tudo devidamente registrado em cartório.

Auditamos mensalmente arquivos SPED de dezenas de milhares de Empresas. Isso nos credencia perante milhares de usuários em todo o Brasil

Qual o risco de transmitir um arquivo com ASSINATURA DIGITAL?

A assinatura digital permite que o fiscal autue à distância. Ao transmitir os arquivos para o SPED, o contribuinte assina digitalmente e homologa todas as informações contábeis e fiscais, declarando que o conteúdo de seu arquivo é a expressão da verdade. Isso significa que a fiscalização pode aplicar multas digitais (sem visitar o estabelecimento, solicitar documentos ou informações complementares).

É possível definir níveis de hierarquia entre os usuários?

O Administrador do sistema pode relacionar determinadas empresas a um ou a vários usuários. Com isso, é possível dividir as empresas por equipes, fazendo com que cada equipe tenha acesso somente às empresas determinadas pelo Administrador.

Qual a diferença entre o PVA e o e-Auditor?

Várias empresas têm a falsa impressão de que o PVA é suficiente para verificar todos os possíveis erros nos arquivos SPED. Isso é muito perigoso pois, na verdade, o PVA faz a conferência dos arquivos para fins de TRANSMISSÃO.

Arquivo validado pelo PVA é arquivo pronto para ser transmitido, nada mais.

Depois que o arquivo chega na Receita é que a fiscalização vai olhar o CONTEÚDO, cruzar informações, realizar a malha-fina. Estes sistemas são de uso exclusivo da fiscalização e não estão disponíveis aos contribuintes para download. Se o PVA detectasse todos os erros, qual o sentido de haver fiscalização? Não haveria mais nada a se apurar.

O e-Auditor faz um número muito maior de análises do que o PVA. Além de cruzar com inúmeras outras obrigações, como a Receita faz, tais como:

Inconsistências nos arquivos da EFD ICMS/IPI, SINTEGRA, EFD Contribuições, ECD, ECF, e e-Social.

Auditoria de Estoque
EFD ICMS/IPI x DAPI MG
EFD ICMS/IPI x GIA SP
EFD ICMS/IPI x GIA RJ
EFD ICMS/IPI x DIEF ES
EFD ICMS/IPI x GIA RS
EFD ICMS/IPI x DIME SC
EFD ICMS/IPI x GIA PR
EFD ICMS/IPI x DAM AM
EFD ICMS/IPI x EFD CONTRIBUIÇÕES
EFD ICMS/IPI x NF-e x CTe
EFD ICMS/IPI x Extrato do SIMPLES NACIONAL
EFD Contribuições x DCTF x DACON
ECD x DIPJ
ECD x EFD ICMS/IPI
ECD x EFD Contribuições
SINTEGRA x Extrato do SIMPLES NACIONAL
DCTF x eCAC (Darfs pagos)
DIRF x eCAC (Darfs pagos)
DCTF x DIRF
DCTF x DIPJ
DIRF x RAIS x SEFIP (remunerações)
DIRF x RAIS (verbas indenizatórias)

A e-Auditoria disponibiliza especialistas para discutir os resultados da auditoria e a legislação tributária relacionada?

Sim. Nossos Especialistas também ficam à disposição para debater os problemas apontados pela auditoria, auxiliando na interpretação das normas, na investigação das causas dos apontamentos e nas possíveis alternativas de correção.

São profissionais experientes aptos a aconselhar e discutir as melhores saídas e o contato é pessoal e direto via telefone ou e-mail, sem burocracias ou longas filas de espera.

Outro detalhe importante: como lidamos com um número muito grande de empresas, temos a oportunidade de compartilhar com nossos clientes as experiências boas e ruins. Aprendemos muito com nossos clientes e, sempre que possível, transmitimos este conhecimento para outros clientes com problemas semelhantes, apontando saídas e soluções já testadas.

Como retificar os arquivos do SPED FISCAL?

De acordo com o AJUSTE SINIEF 11/2012, o prazo para corrigir os arquivos do SPED FISCAL sem autorização da Receita Estadual ou da Receita Federal é de apenas 3 meses.

Após este prazo, a empresa passará a depender da autorização do Fisco, e o pedido de retificação só pode ser justificado por erro no preenchimento da escrituração, e evidenciando que não é possível fazer as correções através de lançamentos corretivos (extemporâneos).

Ou seja, a melhor estratégia é enviar os dados o mais corretamente possível da primeira vez. Se houver necessidade de retificação após 90 dias, a empresa passará a depender de autorização do Fisco e terá que justificar as correções a serem realizadas, o que pode despertar uma ação fiscal por parte da autoridade fazendária.

O e-Auditor deve ser utilizado por empresas ou por escritórios de contabilidade?

O e-Auditor deve ser utilizado por todos: tanto por empresas quanto por escritórios de contabilidade.

As empresas devem utilizar o e-Auditor para certificar-se que suas declarações estão sendo produzidas corretamente, com coerência de dados. Além disso, as empresas que possuem departamento fiscal ganham agilidade, uma vez que os arquivos podem ser auditados imediatamente após sua geração, agilizando o trabalho de correção.

Já os escritórios de contabilidade e empresas que prestam serviços na área tributária devem utilizar o e-Auditor para aprimorar seus serviços. Além de proteger seus clientes, o uso do e-Auditor abre novas possibilidades de negócios, uma vez que, sem esta tecnologia, é IMPOSSÍVEL verificar 100% das informações de todos os clientes de maneira manual. Somente com o auxílio de um sistema isso é viável (assim como a Receita faz).

Nossa experiência mostra que é muito saudável o uso do e-Auditor por empresas e por prestadores de serviço na área tributária (contadores, advogados, consultores, auditores, etc).

Quantas pessoas podem utilizar o e-Auditor simultaneamente?

As licenças do e-Auditor são comercializadas com 5, 10 ou 20 usuários simultâneos, conforme a necessidade de sua empresa.

Se houver necessidade de um maior número de usuários simultâneos, é possível combinar a aquisição das licenças até que todos fiquem atendidos.

É possível determinar quais empresas serão auditadas por cada usuário?

O Administrador do sistema pode relacionar determinadas empresas a um ou a vários usuários. Com isso, é possível dividir as empresas por equipes, fazendo com que cada equipe tenha acesso somente às empresas determinadas pelo Administrador.

É possível realizar testes com o e-Auditor sem compromisso?

Sim. Basta entrar em contato conosco, realizar seu cadastro e agendar um pequeno treinamento. Nós acreditamos que, antes de qualquer contratação, nosso cliente deve certificar-se que o sistema será útil em seu dia-a-dia.

Assim, em um processo de transparência total, abrimos o sistema para que seja testado de diversas formas. Durante este período, nossos profissionais Especialistas também ficam à disposição para debater os problemas apontados pela auditoria, auxiliando na interpretação das normas, na investigação das causas dos apontamentos e nas possíveis alternativas de correção.

Minha empresa é muito pequena. É viável utilizar o e-Auditor?

Não é pelo fato de sua empresa ou seu escritório ser pequeno que não há necessidade de utilizar uma ferramenta de auditoria digital. Temos milhares de clientes que são empresas ou escritórios de pequeno porte. Não é porque a empresa é pequena que corre menos risco.

Os maiores escritórios e empresas do País já entendem e aceitam o fato de que precisam de tecnologia para auditar eletronicamente seus dados e antecipar análises que o fisco faz ao receber os arquivos magnéticos das obrigações acessórias.

Hoje a auditoria eletrônica é uma tecnologia acessível também às pequenas e médias empresas, que também devem se adequar à nova realidade fiscal. Não há escapatória para isso.

Continuar no mercado depende desta nova mentalidade. Praticar inteligência fiscal, atualmente, é mais do que um dever, é um diferencial competitivo. Se sua empresa estiver bem estruturada, fatalmente irá aproveitar as brechas de mercado deixadas por empresas que saíram do mercado em virtude do amadorismo fiscal.

Como o e-Auditor pode ajudar na programação e organização da minha rotina de auditoria?

Ao processar uma nova empresa que ainda não tem obrigações vinculadas na Agenda de Auditoria, o e-Auditor irá solicitar que seja feita esta atribuição. Assim que a auditoria for finalizada, uma caixa de seleção irá subir na tela solicitando o preenchimento dos arquivos e documentos que você deseja auditar periodicamente. Uma vez selecionados os arquivos a serem auditados, o sistema irá montar sua rotina de auditoria de acordo com a agenda tributária das Receitas, fornecendo a lista de cruzamentos possíveis e a lista de arquivos necessários.

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH